Topo

Bethesda pode enfrentar processo coletivo por reembolsos de "Fallout 76"

Divulgação
Imagem: Divulgação

Do GameHall

27/11/2018 17h17

O lançamento de "Fallout 76" tem gerado bastante dor de cabeça para a Bethesda, com muitas críticas do seu nível de qualidade por parte dos jogadores insatisfeitos, sendo que alguns reportarem que conseguiram reembolso em sua versão para PC.

No entanto, nos dias seguintes, outros jogadores tiveram seus pedidos de reembolso negados pela empresa, que argumentou que "clientes que baixaram o jogo não são elegíveis para devolução do dinheiro".

VEJA TAMBÉM

A mudança de política chamou a atenção do escritório de advocacia Migliaccio & Rathod LLP, sediado nos Estados Unidos, que anunciou que investigará as práticas e controvérsias para os reembolsos dos clientes.

"A Migliaccio & Rathod LLP está atualmente investigando a Bethesda Game Studios por lançar um jogo com muitas falhas, o 'Fallout 76', e se recusando a emitir reembolsos para os compradores de PC que acharam que não era possível jogá-lo devido a seus problemas técnicos", declarou o escritório em seu blog oficial.

"Embora pequenos bugs e falhas sejam esperados com o lançamento da maioria dos novos jogos, o 'Fallout 76' foi lançado com um patch de 56GB que provou ser apenas um ponto de partida para os problemas do jogo", declarou ainda os advogados, convidando jogadores que não receberam reembolso a entrarem em contato.

Até o momento a Bethesda se pronunciou sobre o assunto.

"Fallout 76" está disponível para PlayStation 4, Xbox One e PC.

Siga o UOL Jogos no

Mais Jogos