Topo

Jogos

Final Fantasy


Diretor de "Final Fantasy XV" está desapontado por cancelamento de DLCs

Reprodução
Final Fantasy XV Imagem: Reprodução

Do GameHall

17/12/2018 18h46

Hajime Tabata, diretor de "Final Fantasy XV", deixou recentemente a Square Enix para cuidar de seu próprio estúdio e comentou mais detalhes a respeito de sua saída da empresa durante uma transmissão feita no site japonês "Niconico".

Conforme a tradução divulgada pelo site "Gematsu", Tabata disse que o encerramento do desenvolvimento de três dos quatro conteúdos baixáveis restantes de "Final Fantasy XV" - Episode Aranea, Episode Lunafreya e Episode Noctis - foi um "desapontamento", pedindo inclusive desculpas a todos os fãs que estavam ansiosos para jogá-los, que terão de se contentar somente com Episode Ardyn, o único DLC que sobreviveu.

Ele afirmou também que embora não tenha terminado esses conteúdos, sente ter conseguido fazer tudo aquilo que podia. Além disso, ele garante não haver relação com sua saída da Square Enix e o cancelamento dos DLCs.

"Eu não entrei numa briga com a Square Enix, eu saí amigavelmente," disse o diretor.

Sobre seu estúdio, JP Games, Tabata afirmou que já há "várias pessoas trabalhando" nele. A produtora, segundo ele, não possui investimentos externos, sendo atualmente financiada com recursos próprios. Ele diz querer fazer "diversos jogos", mas no momento não pode dizer quais são. Sobre onde estes jogos serão lançados, ele deseja desenvolvê-los para consoles, PC e smartphones.

"Final Fantasy XV", disponível para PC, PS4 e Xbox One, receberá "Episode Ardyn" em março de 2019. O novo e último episódio extra contará detalhes da história desse importante personagem da trama.

Siga o UOL Jogos no

Conheça a História da série Final Fantasy