Topo

Jogos

Xbox

Como melhorar sua mira em jogos de tiro

Divulgação
Imagem: Divulgação

Do GameHall

14/08/2018 04h00

Se dar bem no multiplayer de jogos FPS (First Person Shooter) é uma tarefa árdua e que requer uma boa quantidade de treinamento. Hoje temos uma infinidade de jogos do estilo que possuem milhares de jogadores online a todo o momento, desde os clássicos "Counter Strike", "Battlefield" e "Call of Duty" até os mais recentes "Overwatch" e "Rainbow Six Siege". Embora esses jogos sejam diferentes em conceito e regras, um fator permanece comum a todos: a necessidade de uma boa mira.

Neste guia ensinaremos não só a como mirar utilizando tudo que você tem a disposição, como também a treinar as várias técnicas utilizadas para conseguir melhores resultados.

VEJA TAMBÉM

Confira abaixo em nosso guia!

Sensibilidade

O primeiro passo é conseguir manusear sua mira confortavelmente, seja com o mouse ou com o controle. Não existe um número mágico que quando colocado irá automaticamente melhorar o seu jogo, são necessários testes, tempo de adaptação, correções e repetir tudo novamente até achar o que funciona melhor para você.

Para quem usa controles não tem muito segredo, basta ir até o menu de opções do jogo, alterar as configurações de sensibilidade e testar.

No geral, para quem usa um controle, o ideal é manter a sensibilidade alta. Isso ajudará a superar a principal deficiência dos analógicos que é cobrir os flancos com rapidez. Não será tão eficiente quanto um mouse bem configurado, mas competindo com outros jogadores que estejam usando apenas controles, fará uma grande diferença.

Já para quem usa mouse o buraco é mais embaixo, como temos diversas configurações do próprio modelo do mouse e muitos mitos em torno do assunto, saber como fazer a configuração perfeita pode ser difícil.

O primeiro passo é desmistificar algumas coisas. Um exemplo é o mito de que o melhor mouse é aquele que tem maior DPI e portanto tem que ser caro, isso não é verdade. Em jogos de FPS, para quem usa mouse e teclado, no geral não se usa sensibilidades altas, uma vez que é necessário movimentos precisos. Um mouse configurado com alta numeração de DPI vai fazer movimentos largos com curtos movimentos do punho, deixando seu antebraço inutilizado, tornando a movimentação para mirar pouco natural. Na busca por um bom mouse, priorize aquele que favoreça a sua pegada, seja ergonômico para sua mão, que seja leve e que tenha um sensor de boa qualidade e resposta.

A segunda coisa que você vai precisar é de um bom mouse pad. Procure pelo maior modelo possível que caiba em sua mesa, visando amplitude no movimento do seu antebraço enquanto mira. Enquanto for jogar, mantenha seu antebraço sobre a mesa para utilizá-lo sempre que precisar.

Agora que escolheu o seu equipamento, você deverá achar uma sensibilidade que seja um bom termo entre o jogo e o seu desktop ou mesmo salvar duas configurações para não se limitar. Para começar, coloque sua sensibilidade entre 400 e 800 DPI e vá corrigindo o que faltar dentro do jogo. Se seu mouse tiver um menu de configurações, coloque o polling rate no máximo, desligue a aceleração e faça a calibragem do seu pad, que é uma leitura da superfície do pad que ajuda o mouse a reconhecer quando, por exemplo, você estará com o mouse levantado, fazendo então que ele não mexa na mira até você colocar ele de volta no pad, o que é muito útil para quem joga em sensibilidades muito baixas.

Dentro do jogo, teste o quanto o seu personagem consegue girar a mira fazendo um movimento do seu antebraço a partir do meio do mouse pad até uma das suas laterais. O ideal é que ele consiga girar em torno de 180º. Outro teste que você pode fazer é colocar sua mira em algum local específico como um extintor, por exemplo e tentar girar em torno dele mantendo a mira no mesmo local. Se a mira ficar saindo do extintor, você provavelmente está com a sensibilidade errada.

Sempre que for trocar para um novo jogo, mude as configurações de sensibilidade para que você consiga cobrir a mesma área com o teste acima enquanto movimenta o mouse no seu pad. Dica: existem sites que adaptam a sua sensibilidade de um jogo para outro, te informando os novos números necessários para manter a mesma configuração do jogo anterior.

Aperfeiçoando a mira

Após ajustar sua sensibilidade, é hora de treinar com ela para se acostumar. Tenha em mente que uma boa mira é adquirida via memória muscular, você irá se acostumar com as distâncias no seu pad ou com o seu analógico e com o tempo chegará nos pontos que quer mirar naturalmente. Jogue sempre por alguns dias antes de culpar a sensibilidade pela má performance, tendo em vista que uma mudança fará com que todo o processo de memorização tenha que ser feito novamente. Sempre que alterar a sensibilidade, repita o processo de treinos.

Para manter uma boa mira, é importante dominar algumas técnicas, confira:

Tracking

Essa é a técnica que visa manter seu adversário sempre sobre a sua mira independente da movimentação dele. Em jogos como o  “Overwatch”, o “Team Fortress” e o “Destiny”, é necessário o uso de tracking o tempo todo e por isso eles são os que melhor podem te treinar nessa técnica.

Comece com um alvo estático, o farol de um carro por exemplo. Agora comece a se mover como se estivesse dentro do jogo, pulando, se abaixando e indo para todas as direções, tudo isso com uma regra, a sua mira deve permanecer onde estava.

Assim que dominar o adversário estático, é hora de partir para os que se movimentam. Alguns jogos como "Raibow Six Siege", "Conter-Strike" e "Overwatch", tem modos de treinamento com bots que auxiliam muito no aprendizado. Coloque alguns deles para se mover e tente manter a sua mira neles o tempo todo. Se sua mão ou antebraço começarem a doer, pare e descanse um pouco.

Reprodução
Imagem: Reprodução

Flick Shooting

Essa técnica visa sair do ponto onde sua mira está e mirar mais atirar no ponto desejado no menor tempo possível.

Há várias formas de treinar essa técnica. O padrão é fazer 2 buracos na parede com uma boa distância entre eles e mirar inicialmente no primeiro, depois tente rapidamente mirar e já atirar no segundo. Repita o processo várias e várias vezes até ele começar a se tornar natural. Alterne a distância do seu personagem para os buracos e dos buracos entre si para aumentar a dificuldade.

Se você estiver usando um mouse, tente treinar todas as formas de mirar, antebraço, punho e movimento. Coloque distâncias que podem ser cobertas apenas com o movimento do punho para os buracos, depois distâncias longas para serem cobertas com o antebraço e por último distâncias para serem cobertas apenas movimentando seu personagem. Isso te dará uma gama maior de recursos para combates de todos os tipos.

Existem sites e programas que tentam te ajudar nessa parte. Embora eles não sejam ideais, por não contar com a mesma sensibilidade que você usará ingame ou com as armas que estarão presentes lá, de alguma forma te ajudarão com o seu reflexo, portanto, pode usar se achar necessário ou estiver longe do jogo mas com algum tempo sobrando em frente a um pc.

Peek, Leaning, Pre Aim e Pre Fire

O Peek é a técnica de sair um pouco da cobertura para olhar rapidamente o local e voltar para a cobertura de novo. Muito utilizada em mapas mais fechados, onde se tem que passar por portas ou subir escadas. O modo de jogo “Situações” de "Rainbow Six Siege", ajuda muito a treinar essa técnica.

Jogos como "Rainbow Six Siege" e "PUBG" possuem a opção de Lean, que é uma forma de curvar a arma para conseguir olhar pelos cantos das paredes e obstáculos de forma eficiente e menos exposta. Utilize sempre essa técnica quando for entrar em locais fechados ou atirar de trás de coberturas. Mais uma vez utilize o modo “Situações” em "Rainbow Six" para treinar a técnica.

Já a Pre Aim precisa de bastante tempo para ser dominada e é a que vai definitivamente te fazer subir de patamar. Essa técnica consiste em deixar a mira sempre onde você imagina que o oponente estará. Importantíssima em todos os jogos de FPS, para treiná-la você deve jogar até dominar o mapa, para conseguir prever a posição onde estarão os inimigos. Em um combate que dura segundos, a vantagem de não ter que movimentar a mira para começar a atirar é a diferença de vida ou morte.

Já o pre fire é mais utilizado em jogos como o "CS" e o "Rainbow Six Siege". A técnica consiste em atirar assim que fizer o peek, antes de ver se tem ou não um oponente no local. Um jogador que abusa do seu uso é o Coldzera, de "CS:GO". Em certos locais do mapa, onde no geral quase sempre teremos um inimigo esperando, é interessante sair fazer o peek já atirando, garantindo que o oponente não tenha tempo de pensar.

Reprodução
Imagem: Reprodução

Recuo da arma

Controlar o recuo da arma também faz parte do processo. Em jogos como "PUBG", "ARMA" , "CS" e "Rainbow Six", essa é a diferença entre um newbie e um bom jogador. No geral cada arma tem o seu padrão e é preciso movimentar o mouse ou o analógico na direção contrária do recuo para controlá-la.

Para treinar o recuo, atire sem mexer o mouse ou o analógico em uma parede e repare no chamado spray que ela gera. Supondo que ela só subiu em uma linha reta, deixando um rastro de buracos perfeito para cima, enquanto for atirar com ela, vá puxando o mouse ou analógico para baixo, controlando esse recuo e garantindo tiros no ponto desejado. Faça o mesmo para qualquer direção que ela se movimentar.

Reprodução
Imagem: Reprodução

Agora é treinar bastante até gerar memória muscular e aplicar as técnicas necessárias para o seu jogo. Lembre-se que mirar é só uma parte do sucesso nos FPS, é preciso conhecer o mapa, em certos jogos os heróis adversários, e até mesmo como trabalhar em equipe. Portanto treine bastante e conte pra gente o que achou do guia e como está se saindo na sua jogatina. Até a próxima.