Xbox

Cansou de "Call of Duty" e "Battlefield"? "Destiny 2" pode ser boa opção

Claudio Prandoni

Do UOL, em São Paulo

19/07/2017 04h00

Game de tiro chegará em setembro e terá beta aberto

Enquanto a disputa entre "FIFA" e "PES" divide as opiniões dos fãs de games de futebol todo ano, na área dos jogos de tiro a dúvida anual costuma recair entre "Call of Duty" e "Battlefield".

Claro que em todas as temporadas somos brindados também com outras produções no estilo, oferecendo experiências diferentes tanto nas campanhas com história e disputas online - como tão bem fizeram "Dishonored 2", "Prey" e "Titanfall 2" nos últimos meses, por exemplo -, mas os olhares acabam caindo sempre para as franquias de tiro de Activision e Electronic Arts.

Com anos de história nas costas e atualizações constantes, sejam para equilibrar partidas ou adicionar conteúdo inédito, as duas parecem incansáveis e imbatíveis. Ou nem tanto...

"Destiny 2" desponta no horizonte como uma opção diferente e polida o bastante para atrair fãs de "CoD" e "Battlefield" que estejam cansados dessas séries. Dublado e legendado em português do Brasil, o game pode ser jogado de graça nesta semana por qualquer um entre os dias 21 e 23 de julho no teste beta que acontece no PS4 e Xbox One.

Apesar de levar um proeminente '2' no título, este novo "Destiny" é a melhor oportunidade de entrar na série desde que o primeiro game foi lançado em setembro de 2014. A história é totalmente nova e sem ligações diretas essenciais com os eventos anteriores.

Tudo que você precisa saber é apresentado no game e fácil de aprender conforme se joga. Novatos e veteranos começam no mesmo patamar em relação ao que importa na história.

Além disso, e talvez até mais importante, "Destiny 2" promete refinar ao extremo a fórmula do game original, um misto de jogo de tiro e RPG online. Os mapas do jogo vão ter uma ampla variedade de missões, cada uma com recompensas diferentes - e bem definidas, nada daquelas roletas aleatórias ingratas do primeiro "Destiny".

Por fim, não é só a campanha com história: o título renova também a experiência do Crisol, o modo multiplayer PvP online da série. Em "Destiny 2", todos os modos de partida online permitem disputas apenas entre equipes de 4 integrantes cada uma, é tudo 4v4. A mudança vem para tentar deixar os embates mais equilibrados.

Embalando tudo isso temos o fantástico trabalho da Bungie nos controles. Desde a época de "Halo" a produtora é famosa por oferecer jogos de tiro confortáveis de jogar, com ritmos de partidas empolgantes, seja na campanha ou no multiplayer, e um leque variado de estratégias. Como já seria de se imaginar, "Destiny 2" evolui de forma notável os controles em relação ao game anterior.

"Destiny 2" chega em 6 de setembro em versões para PlayStation 4 e Xbox One e no dia 24 de outubro para PC. A versão básica tem preço de R$ 200 enquanto a edição de luxo custa R$ 300.

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
do UOL
Topo