02/05/2013 - 13h01

"GTA V" renova a série com trio de protagonistas; UOL Jogos viu

Claudio Prandoni
Do UOL, em Nova York*

Eram 10h30 de uma quinta-feira fria em Nova York, mas o vento gelado não era problema já que em menos de uma hora eu estaria vendo com exclusividade uma generosa demonstração de um dos jogos mais quentes da temporada: "Grand Theft Auto V".

Após uns quinze minutos de caminhada, com pausa estratégica para comprar um café, cheguei ao escritório da Rockstar, na parte sul da cidade, acompanhado de uma das assessoras da empresa. Fliperamas personalizados com quase todos os jogos da produtora se enfileiram na recepção, convidando o visitante a jogar umas partidinhas de "Bully", "GTA: Vice City", "Manhunt" e outros tantos títulos da casa - pena que não foi possível tirar fotos para mostrar a tentação.

Passam mais cinco minutos e logo sou levado a uma sala de conferência com uma enorme TV (creio que eram 60 polegadas de tela). Um convidativo "Press X to play" aparece na tela, mas não sou eu que aperto o botão e sim um dos três assessores da Rockstar que vão me guiar na minha primeira visita à Los Santos em alta definição de "GTA V".

O cartão de visitas é dos mais impressionantes: Franklin, um dos três protagonistas, prepara-se para pular de um avião e planar de paraglide. A vista é estonteante: de um lado é possível ver a cidade de Los Santos, com seus prédios e bairros de subúrbio, com enormes casas. De outro as praias do lugar, com as ondas quebrando.

Girando mais a câmera aparecem montanhas, florestas e animais andando pelo mato. Raios de sol passam pelas fendas dos montes, brilhando no rio que passa por baixo, fluindo de forma incrivelmente realista. "Está rodando direto de um PlayStation 3 mesmo?", pergunto, e um dos assessores responde que sim.

Grand Theft Auto V
Grand Theft Auto V