Governo chinês trava chegada de "Pokémon GO" ao país

Divulgação
Febre no ano passado, "Pokémon GO" pode ficar de fora do maior mercado para jogos de celulares do mundo Imagem: Divulgação

Do UOL, em São Paulo

10/01/2017 13h00

A chegada de "Pokémon GO" ao mercado chinês encontrou um obstáculo considerável: o receio do governo local sobre questões de segurança relacionadas ao aplicativo. O mesmo tema fez com que o aplicativo fosse banido do Irã.

Por ora, o aplicativo será investigado por um comitê local para determinar seus riscos. Essa análise se baseará em documentos preliminares, como o criado por uma associação do país, relacionada às áreas de audiovisual e materiais digitais e ligada ao governo. Em um comunicado, esse órgão disse que  "Pokémon GO" oferece "risco à segurança de informações geográficas e ameaça ao transporte e segurança pessoal dos consumidores". 

Enquanto não houver uma definição sobre o tema, o game não poderá estrear por lá. 

Apesar do sucesso comercial, "Pokémon GO" também foi envolvido em polêmicas incluindo crimes, acidentes e dúvidas sobre colheita ilegal de dados. Vale ressaltar que o lançamento no mercado chinês, o maior do mundo em termos de jogos para celulares, é crucial para o futuro do jogo. 

"Pokémon GO" está disponível para celulares Android e iOS.

"Pokémon GO" também conquistou pais e avós

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

* Ao comentar você concorda com os termos de uso. Os comentários não representam a opinião do portal, a responsabilidade é do autor da mensagem. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Mais Jogos

Topo