Topo

Jogos

PlayStation

Vale a pena mini console? PlayStation Classic vai mal em testes

Reprodução
Brinquedinho não é a melhor escolha para quem quer uma emulação fiel Imagem: Reprodução

Do GameHall

04/12/2018 10h45

Vale a pena comprar mini consoles?

O PlayStation Classic, versão reduzida para comemorar os 24 anos de lançamento do console original comemorados nesta última segunda-feira (3), recebeu uma análise técnica bem detalhada do site Digital Foundry.

E infelizmente a avaliação não foi das melhores. O site verificou vários problemas com a emulação, que levam a falhas e bugs que não existiam nos jogos originais.

VEJA TAMBÉM

Além disso, a seleção dos 20 títulos traz uma mistura de jogos NTSC e PAL (nove ao todo), o que gera performances mais lentas das versões PAL a 50Hz, algo problemático para jogos como "Battle Arena Toshinden" e "Tekken 3", que prezam por um gameplay mais fluído e refinado.

Segundo a análise dos técnicos, até mesmo os jogos NTSC apresentam problemas, como é o caso de "R4 Ridge Racer Type 4", que originalmente rodava a 30 quadros por segundo cravados e agora possui queda dos frames, imagens desfocadas, trepidação ou problemas na trilha sonora, como é o caso de "Final Fantasy VII".

O desempenho fraco do aparelho é atribuído principalmente ao uso do PCSX ReARMed, uma porta ARM amplamente disponível do emulador PCSX baseado em códigos abertos.

Reprodução
"Final Fantasy VII" é um dos jogos que estão no PS Classic. Imagem: Reprodução

A análise não recomenda o PS Classic para quem quer jogar os jogos originais com qualidade, sendo que para isso outros sistemas da própria Sony como o PS2, o PS3 e os portáteis PSP e Vita podem executar um trabalho muito melhor na emulação.

Em tempos que a Nintendo alcançou grande sucesso com as versões Mini de seu consoles clássicos NES e SNES, lançados recentemente e que tiveram performances bem avaliadas, o PS Classic chega e levanta a questão: vale a pena comprar mini consoles clássicos (isso que nem levamos em consideração os valores desses aparelhos cobrados aqui no Brasil)?

Para mais detalhes sobre a análise do PS Classic, confira o vídeo divulgado pela Digital Foundry (em inglês).

NES e SNES Mini

O Digital Foundry também fez análises minuciosas dos mini consoles lançados pela Nintendo. O NES Mini foi lançado primeiro em 2016 e provou ser um grande sucesso, mas deixou espaço para melhorias, segundo análise do site.

Já o SNES Mini chegou ao mercado em 2017 e também se tornou bem popular. A Nintendo reutilizou o mesmo hardware barato usado na versão anterior, mas melhorou a qualidade de emulação, removendo alguns pequenos defeitos. Mas até que ponto os jogos ficaram perto dos originais?

Com uma saída de 720p, três opções de filtros de tela e artes para as bordas, o SNES Mini apresenta uma boa performance em televisões de alta definição, porém não tão boa quanto o videogame original ligado a uma TV CRT, segundo a análise.

A maior crítica foi com o uso do filtro CRT, que possui um aspecto menos nítido, sem claridade e precisão de uma tela CRT original. Em termos de emulação, a Nintendo fez um excelente trabalho (incluindo as versões PAL, que rodam os jogos americanos a 60 Hz) e são extremamente fieis aos originais, mesmo os títulos que utilizam chips especiais como "Star Fox", "Yoshi's Island" e "Star Fox 2", que exigem mais do programa de emulação.

No entanto, no geral, o SNES Mini não possui um desempenho de 100%, já que alguns efeitos e cores foram minimizados, além de apresentar diferenças sutis na reprodução das músicas.

Mas, diferente do PS Classic, as versões Mini da Nintendo são "altamente recomendadas" pela Digital Foundry para quem procura uma experiência retrô satisfatória. Confira os detalhes no vídeo-análise.

Mega Drive Mini

A próxima versão oficial em miniatura já anunciada é de outro videogame retrô bastante conhecido e querido no Brasil: o Mega Drive. Anunciado pela Sega em abril deste ano como parte da comemoração dos 30 anos de lançamento do console original, completados em 29 de outubro de 2018, o Mega Drive Mini teve seu lançamento adiado para algum dia de 2019.

Ainda não foram divulgados detalhes técnicos ou a lista de jogos que acompanhará o sistema, mas a expectativa dos fãs já é bastante alta.

A AtGames, conhecida por lançar versões miniaturas do Mega Drive que possuem um desempenho bastante criticado por fãs e especialistas, chegou a postar em suas redes sociais que estava ajudando no hardware do Mega Drive Mini, mas deletou a postagem em seguida.

Muitos fãs já ficaram receosos com essa possibilidade, mas por outro lado, a Sega nunca confirmou essa parceria e chegou a dizer que está trabalhando com companhias japonesas para desenvolver o mini console. Agora só nos resta aguardar pelas próximas novidades.

Mas uma coisa é certa: a nostalgia dos consoles em miniatura "clássicos" não termina tão cedo!

Qual deve ser o jogo do ano do Game Awards 2018?

Enquete encerrada

Total de 7730 votos
3,18%
1,57%
26,14%
1,95%
40,79%
26,36%
Total de 7730 votos

Siga o UOL Jogos no